sexta-feira, 31 de julho de 2009

regresso


dói, essa ausência de ti na distância...
agora que regressei ao "local do crime", deixarei de me consumir em masturbações.
para espalhar em ti todo o perfume do meu sémen. todo o tesão que me corrói o corpo. toda a vontade que tenho de te amar nas formas que ainda estão por inventar. mas que inventaremos a dois...

3 comentários:

  1. Ui!
    Posso me imaginar sendo o outro no local do crime!?

    ResponderEliminar
  2. Regressas de mansinho...
    Dou conta de ti, pelo sorriso que adivinho.
    Bem vindo!

    ResponderEliminar